Visita 2009

terça-feira, 22 de maio de 2012

Descubra o nome de qualquer musica

Profecias dos Incas Q’ero

Quem são os Incas Q’ero?

Os Q’ero são uma tribo de 600 pessoas que procuraram refúgio em altitudes acima de 4.200 metros, a fim de escapar dos conquistadores espanhóis. Viviam em suas aldeias no alto dos Andes, praticamente isolados do mundo até sua "descoberta" em 1949.

Nesse mesmo ano, um antropólogo, Oscar Nuñez del Prado, foi num festival em Paucartambo, no vale das encostas orientais dos Andes, no sul do Peru, onde se encontrou com dois nativos que falavam quíchua fluentemente, a língua dos Incas. Esses nativos deram informações ao antropólogo e a partir disso aconteceu a primeira expedição ocidental as aldeias em 1955.

Após 4 anos da expedição, em 1959, sem aviso préviso, os Q’ero desceram do topo da montanha na festa anual O Retorno das Pleiades, que ocorre nos Andes com a presença de 70 mil peregrinos de toda América do Sul. Emocionando todo o público presente, eles não eram vistos há 500 anos Usavam o emblema do sol no peito e desfilaram pela festa. Sem dúvida um momento único na história dos Andes.

Desceram as montanhas por acreditar que os sinais de um tempo de mudança foram cumpridos. “As lagoas altas das montanhas secaram, o condor é quase extinto e o Templo de Ouro foi descoberto, representando a ira do Sol.”. O Templo de Ouro foi descoberto após o grande terremoto de 1949. Todos esses eventos juntos representavam um sinal.

Pachacuti

Para entender melhor as profecias Q’ero é necessário saber sobre Pachacuti.

Diz a lenda que Pachacuti foi um grande Inca que viveu no final do século XIV. Diz-se que ele construiu Machu Picchu e foi o arquiteto de um império do tamanho igual ao dos Estados Unidos. Para os Incas, Pachacuti é um protótipo espiritual do Mestre, uma luz fora do tempo. Ele era um Salvador, como um símbolo e uma promessa de que podemos nos tornar. Ele incorpora a essência das profecias de Pachacuti como Pacha, significando "terra" ou "tempo" e Cuti significa "colocar as coisas no lugar." Seu nome também significa "transformador da terra."

As Profecias Pachacuti são conhecidas nos Andes. Há aqueles acreditando que as profecias referem-se ao retorno de Rei Pachacuti, para derrotar aqueles que usurparam a terra dos Incas. Mas de acordo com Dr. Villoldi, o retorno de Pachacuti está ocorrendo em um nível coletivo, sendo aquilo que a humanidade está se tornando, aquilo que envolve as pessoas.
Profecias

As profecias referem-se ao fim dos tempos de um modo de pensar: sobre a morte, o ser, a natureza e a terra. As profecias também falam de um tempo de tumultos na matéria e na psique da humanidade, nos relacionamentos e espiritualidade.

Dizem que os portões entre os mundos estão se abrindo, estando próxima uma nova era de esclarecimento sobre as capacidades humanas.

Os xamãs dizem: “Sigam as sua próprias pegadas, aprendam com os rios, árvores e pedras. Honra a Mãe Terra, o Grande Espírito. Respeitem a si mesmos e toda a criação.”

O paradigma da civilização européia vai continuar a entrar em colapso, e a maneira do povo das civilizações antigas da Terra vai voltar. Mais importante ainda, os anciãos falam sobre um rasgo no tecido do tempo.Isto representa uma oportunidade para que vejamos quem fomos no passado, e quem estamos nos tornando.


Os Q’eros visitam os Estados Unidos

Em Novembro de 1996, um pequeno grupo de Q'eros (incluindo o líder tribal e o xamã principal) visitaram várias cidades dos EUA, incluindo New York, onde realizou-se uma cerimônia privada na Catedral de St. John the Divine.

O ritual xamânico não tinha sido realizado por 500 anos. Na casa de muitos daqueles que simbolizavam os antigos conquistadores, os Incas, em lição de humildade, compartilharam seus rituais e conhecimentos, não só com os ocidentais interessados​​que estavam aprendendo seus caminhos, mas também com o reitor da grande catedral, assim sendo uma ação simbólica e espiritual que ligou o Sul ao Norte.

Ritual

Karpay Mosoq representa o fim do relacionamento que temos com o tempo. É um processo do coração. Este processo é considerado mais importante do que as profecias em si.

O Karpay planta a semente do conhecimento, a semente de Pachacuti no corpo luminoso de seu recipiente. Depende de cada pessoa cuidar e regar a semente para esta crescer e florescer.

Os Karpays conectam as pessoas com antigos conhecimentos e poderes Incas, e somente se convocado por uma tribo é possível conseguir tal conhecimento.

Finalmente, este poder pode fornecer o impulso para um dar um salto para dentro do corpo de um Inca, um luminoso. Essa pessoa estará diretamente relacionada com as estrelas, o Sol Inca da cosmologia.

Opinião


É notável o conhecimento Inca. Como puderam prever os acontecimentos? Como do alto da montanha, isolados do mundo, puderam sentir que um novo tempo estava chegando? Como puderam presentir a derrocada Européia?

A dita superior "civilização européia", científica e de pensamento greco-romano ,não consegue entender que no Planeta Terra tudo está interligado, inclusive os pensamentos, em uma espécie de rede de ideias. Um grande saber antigo diz que quando queremos o Universo conspira ao nosso favor, e esse poder imenso nos tornariam deuses. Podemos mais do que apenas trabalhar, trabalhar, trabalhar...como escravos...podemos libertar nosso interior!

Uma das formas de escravização é o tempo. Eles nos prendem no tempo, com suas máquinas engenhosas e sua linha de produção. Mudar o relacionamento que tens com o tempo é simplesmente primordial para a liberdade verdadeira. Libertar-se do tempo não é apenas jogar fora o seu relógio, é internamente saber que você é livre, que o importante é valorizar o único tempo que existe: o presente. Não importa o que fará daqui a 3 horas, o que vale é o que fará agora!

No mundo contemporâneo temos o péssimo hábito da superioridade, porém esquecemos que muito conhecimento já foi produzido antes de nós por povos muito mais avançados moral e espiritualmente.

Vivemos em um tempo de pessoas preguiçosas, superficiais e materialistas. Com certeza essas pessoas não são leitores do blog Ab Origine. A esperança volta quando o Grande Inca nos diz que esse é o momento da volta do modo antigo, pois o modelo de hoje está fadado a destruição. Isso é certo!




Ziusudra, o Homem de Shurrupak
Há 7.000 anos morando no Dilmun, de passagem por Ki

Triste com a imensa ignorância humana

Fiel ao nosso criador Ea
http://www.facebook.com/profile.php?id=100002474095671
http://aborigine42.blogspot.com.br/2011/10/profecias-dos-incas-qero.html

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Gelatina colorida

Adicionar as minhas receitas favoritas

Ingredientes

Imprimir lista de ingredientes
  • CUSTO*
  • SOFISTICAÇÃO**
  • DIFICULDADE**
  • CALORIAS***
  • 1 caixa(s) de gelatina em pó de morango
  • 1 caixa(s) de gelatina em pó de uva
  • 1 caixa(s) de gelatina em pó de limão
  • 1 caixa(s) de gelatina em pó de abacaxi
  • 8,5 xícara(s) de chá de água
  • 1 caixa(s) de maria mole em pó
  • 1 lata(s) de leite condensado
  • 1 caixa(s) de creme de leite

Modo de Preparo

Iniciar o preparo

  • 1. preparar 1 caixa(s) de gelatina em pó de morango, 1 caixa(s) de gelatina em pó de uva, 1 caixa(s) de gelatina em pó de limão e 1 caixa(s) de gelatina em pó de abacaxi, colocando para ferver 4 xícaras das 8,5 xícara(s) de chá de água. reservar o restante.

    2. dividir 1 xícara de chá de água para cada sabor de gelatina, da água reservada, vamos colocar 1 xícara de água fria para cada gelatina e reservar 1/2 xícara para dissolver o pó de maria mole.

    3. depois de preparada colocar em travessas individuais e levar para geladeira até endurecer (ver dica).

    4. esquentar a água reservada, colocar no liquidificador junto com 1 caixa(s) de maria mole em pó, bater por 10 minutos, juntar 1 lata(s) de leite condensado e 1 caixa(s) de creme de leite, bater bem e reservar.

    5. quando as gelatinas estiverem prontas, cortar em quadradinhos e misturar todas elas em uma só travessa com cuidado para não quebrar, por cima espalhar o creme reservado e levar novamente para a geladeira por 3 horas.

    6. servir gelado.

    dicas:

    - todas as nossas receitas são feitas com colher e xícara medida.

    - nessa receitas iremos preparar a gelatina com menos água, 400 ml para cada caixa, por isso ela ficará bem durinha.

    - recomendamos fazer esse doce de um dia para outro.
  • http://bbel.uol.com.br/culinaria/receita/gelatina-colorida.aspx

Livro: Os Maias

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ph000181.pdf

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Mapa do brincar

http://mapadobrincar.folha.com.br/

Desenho a Lápis

Desenho a Lápis

a partir da sua foto você cria uma desenho feito a lápis

Foto Calendário

http://www.montafoto.com/montagem/fotoCalendarioPequeno.html

Torta de limão cremosíssima

Mussum -


Primeiros Socorros para crianças

As crianças podem nos surpreender e, em segundos, se envolverem numa situação de risco. Cortes, quedas, engasgos e queimaduras são alguns exemplos. Você sabe como prestar os primeiros socorros a uma criança? Prestar os primeiros socorros é muito diferente de medicar. Estamos falando da primeira assistência a quem precisa. O passo seguinte é procurar um hospital para se certificar que está tudo bem. Veja as orientações para os procedimentos mais apropriados em situações de emergência.

Engasgos

O que fazer: a técnica indicada para crianças de até sete anos é a da tapotagem. Consiste em inclinar o corpo da criança para frente e, com as mãos em concha, bater nas costas, até que o corpo estranho saia pela boca.

Após essa idade, se aplica a Manobra de Heimlich, conhecida como compressão abdominal. Essa técnica é parecida com abraçar uma pessoa pelas costas e fazer compressão com a mão para dentro e para cima, ao mesmo tempo. Antes dos sete anos, a manobra não é indicada, por ser mais agressiva. Não aplicada corretamente, poderá comprometer as costelas da criança.

O que NÃO fazer: o reflexo imediato de muitas mães, de tentar tirar o que está obstruindo as vias respiratórias, colocando o dedo na garganta da criança, não é indicado caso o objeto não esteja visível e com fácil acesso. Isso pode fazer com que o problema se agrave.

Queimaduras

O que fazer: queimaduras por líquido quente são frequentes em crianças. O mais indicado, se for uma queimadura leve, é colocar a parte do corpo queimada debaixo de água corrente por 15 minutos. Se a queimadura for muito grave e a pessoa não estiver respirando, é preciso fazer respiração boca a boca. Nesses casos, chame o SAMU (192) imediatamente.

O que NÃO fazer: ao contrário do que muita gente pensa, não se deve passar pasta de dente ou colocar pó de café.

Intoxicação

O que fazer: o mais indicado é levar a criança para um hospital. Se possível, leve também a embalagem do produto ingerido, para que os médicos possam prescrever os procedimentos mais eficazes.

O que NÃO fazer: uma coisa que muitos fazem erradamente é dar leite para cortar o efeito. Não é indicado. Da mesma forma, tentar fazer a criança vomitar também não é recomendável. O melhor mesmo é levá-la a um médico.

Fratura e torção

O que fazer: o único jeito de saber se houve ou não fratura, quando ela não é visível, é fazer uma radiografia. O que se deve fazer inicialmente é colocar gelo no local, observar o inchaço e verificar se tem hematoma (região roxa). Se a inchação continuar e tiver muito hematoma, é possível que tenha havido uma lesão óssea. Além de diminuir o inchaço, o gelo acalma a dor. Se a dor persistir, procure um hospital.

Queda

O que fazer: se bateu a cabeça, a criança deve ser examinada por um médico. Os responsáveis devem ficar atentos a vômitos e ao estado geral da criança. Se ela estiver entristecida, confusa ou não dormir bem, deve-se levá-la ao hospital imediatamente.

O que NÃO fazer: não deixar a criança dormir se ela bater a cabeça é um mito. Isso foi criado porque pensavam que, nesses casos, ela poderia entrar em coma. Mas uma pessoa dormindo, com respiração e batimentos cardíacos normais, é diferente de quem está em processo de perda de consciência.

Corte

O que fazer: o local deve ser lavado com água e sabão. Depois faça uma compressão com gaze ou pano limpo, para estancar o sangramento. Se o corte não for superficial, é melhor procurar um hospital para avaliar a necessidade de dar pontos. Deixar para suturar depois pode inviabilizar o procedimento, porque, em poucas horas, o risco de infecção aumenta e a sutura deixa de ser recomendada.

Afogamento

O que fazer: a primeira providência é verificar se a criança está respirando. Se não estiver, deve-se iniciar um procedimento conhecido como Reanimação Cardiopulmonar (RCP).

Essa técnica é complexa e o ideal é aprendê-la através de um treinamento específico. Se ninguém souber e não houver tempo para chamar socorro, a respiração boca a boca é mais simples. Ventila-se duas vezes dentro da boca da vítima, mantendo as narinas fechadas.

Transporte de vítima

O que fazer: chamar a ambulância. Transportar, por conta própria, alguém que sofreu algum tipo de trauma é perigoso. Em casos de fratura, o transporte deve ser realizado com o membro fraturado sobre uma superfície plana. Em casos de suspeita de trauma na coluna, deve-se evitar manipulações e solicitar remoção por uma ambulância. Só o transporte feito por profissionais treinados garante a estabilidade da vítima.

http://www.vocesabia.net/saude/primeiros-socorros-para-criancas/