Visita 2009

domingo, 10 de março de 2013

Metro Goldwyn Mayer - MGM


Por Marina Goulart

O maior estúdio que o cinema já viu.
Ícone de glamour, bons filmes e sucesso.
Considerada a maior produtora da indústria cinematográfica de todos os tempos, a MGM fez muito mais que história.
Conheça abaixo mais sobre esse estúdio.


Surgimento
Luois B. Mayer. Imagem: The New York Times
A Metro Goldwyn Mayer nasceu da união de quatro empresas do mercado cinematográfico americano. 
A tradicional Loew’s comprou outras três: Metro Pictures Corporation, Goldwyn Pictures Corporation e Louis B. Mayer Corporation. 
Assim surgiu o mais icônico dos estúdios de cinema.

No dia 16 de abril de 1924 uma estrela brilhante surgia no céu de Hollywood. 
Não era apenas uma estrela como as outras comuns no campo do entretenimento; a MGM foi pioneira em produzir, distribuir e exibir seus filmes. 
O primeiro filme Greed – Ouro e Maldição, em português - e estreou ainda no ano de 1924.

Clark Gable. Imagem: Argus
Sua gama de atores consagrados – Clark Gable, Elizabeth Taylor e Greta Garbo – a transformou na maior produtora de filmes que o Estados Unidos e o mundo já haviam visto. 
Durante seu apogeu - décadas de 1930 a 1940 - a média de filmes produzidos era de 50 por ano, número alto até para os padrões atuais.

O sucesso não parava e cada vez mais a MGM apostava em filmes de entretenimento. 
Entre os mais aplaudidos estão O Mágico de Oz (1939) e E O Vento Levou(1939). Ambos são caracterizados como obras primas.

A Segunda Guerra Mundial (1939-1945) chegou e deixou como rastro muito mais que mortes e destruição no mundo. 
O ramo do cinema foi afetado pela chegada da televisão; ela deixou de ser artigo de luxo nos lares americanos - em 1959, já existiam 50 milhões de aparelhos no país -  e o envelhecimento das suas principais estrelas reduzia a frequência de pagantes nas salas de cinema. 

Nenhum comentário :